Canário Onix

 


"....O aspecto do canário ONIX é um exemplar de cor muito escura negro ou canela acinzentado, porque quando nascem são iguais aos canários de cores clássicas, ao contrário de todas as mutações que conhecemos...."
Autor: Emilio Tárraga Flores


 

Canario Onix


Introdução

A mutação apareceu aproximadamente em 1983-84 nas Ihas Baleares (Espanha), de um casal de “Spinus Sulamericano” e uma fêmea negro-marrom opalina. Obteve-se na primeira geração híbridos com caracteristicas muito especiais, resultaram férteis alguns machos que cruzados mais tarde várias vezes com canários do fenótipo negro-marrom deram com o resultado um canário Onix.

Depois de alguns anos criaram em muita quantidade no canaril dos irmãos Belver na cidade de Valência (Espanha), de onde se originou a nova variedade ornitológica mundial.

O aspecto do canário ONIX é um exemplar de cor muito escura negro ou canela acinzentado, porque quando nascem são iguais aos canários de cores clássicas, ao contrário de todas as mutações que conhecemos.

Onde as melaninas clássicas e ancestrais são diluídas, no canário ONIX a mutação escurece notavelmente as estruturas melânicas, dando tonalidades distintas do fenótipo que apresenta.

O lipocromo se apresenta nas zonas de eleição ligeiramente escuro, ainda que limpo e puro.

Tipo de Melaninas Onix

  • Melaninas Onix
  • Negro Marrom
  • Ágata
  • Canela
  • Isabel

Na atualidade é possível observar em outras mutações: Pastel, Asa-cinza e Opal.

Principais Caracteristicas

Os exemplares de canários ONIX se caracteriza por:

1) A cor da eumelanina negra ou marrom é menos latente, segundo o seu fenótipo, quando modificada por grande quantidade de eumelanina dispersa.

2) Existe uma grande concetração de eumelanina na cabeça, que eu considero umas das grandes caracteristicas do canário Onix.

3) As penas dos canários Onix, pode-se observar um depósito de melaninas atrasadas e são ligeiramente diluídas, mas as melaninas são completas, a melanina está presente nas matrizes e há uma ligeira diminuição na borda das penas.

4) Nas remiges e timoneiras dos canários Onix podemos observar a distribuição da eumelanina de forma irregular transversal, simulando um desenho rajado (a melanina da pena, sempre será mais escura da parte mais advers e igual ao que ocorre nos opalinos). O espaço entre as estrias é bastante escuro devido a grande concentração da dispersão melênica.

Outra Caracteristicas Genéticas

Podemos dizer que o fator Onix tem um comportamento de transissão hereditária de forma recessiva automática com respeito as melaninas clássicasm, ainda que minha experiência dos Onix são codominantes com relação a determinados fatores e recessivos com outros.

Com respeito as melaninas clássicas: o gem que determina o fator Onix é recessivo e respeita todas as estruturas melânicas dos canários clássicos.

Com respeito as melaninas pastel: Nos canários pastéis seu comportamento é recessivo e respeita a transmissão do fator pastel. Como todos nós sabemos é recessiva ligada ao sexo.

Com repeito as melaninas opalinas: O gem que define a variedade Onix é alileo com o gem da variedade opalinam ocupa o mesmo “locus” no cromossomo homólogo, controlando um mesmo tipo de caracter. Além disso esse comportamento é de caracteristica codominante.

Exemplo:

Se cruzarmos dois exemplares homozigotos por exemplo, um macho negro-marrom Onix com uma fêmea negro-marrom Opal, a descendência resultante será de exemplares com características intermediárias entre as duas variedades.

Isabelino Onix Opalino

Melaninas

· desenho melânico muito reduzido e amalgamado por uma capa que cobre todo o exemplar, esta estará composta por eumelanina ( bege-gris) mais ou menos dispersa, dando uma bela tonalidade nacarada ( semelhante a cor do interior de uma ostra).

· A subplumagem marrom muito clara e gris.

Lipocromo

Graças a dispersão das melaninas, se apresenta ligeiramente exuro, embora puro e limpo.

Categoria

Se mantém os conceitos habituais de: Intenso, Nevados e Mosaicos.

Isabel Onix

Melaninas

· desenho melânico ao clássico e se apresentará e com tonalidade mais escura, composta de eumalina marrom e de eumelanina dispersa de cor marrom claro-acinzentado que cobre todo o exemplar, sendo esta mais marcante em direção a cabeça, caracteristicas dos exemplares que apresentam a mutação Onix.

· A subplumagem marrom-claro-gris.

· Olhos negros

· Patas, unhas e bico cor de carne

· Ligeira presença de feomelanina

Lipocromo

Graças a dispersão das melaninas, se apresenta ligeiramente escuro,embora puro e limpo

Categoria

Se mantém os conceitos habituais: Intenso, nevado e mosaico.

Negro-Marrom Onix Opal

Melaninas

· desenho apresentará forma similar ao Negro-marrom Opal, só que mais escuro e contrastando, dimula uma capa que cobre o exemplar, isso é considerado por uma grande quantidade de eumelanina dispersa de cor marrom-griz acinzentada, sendo mais marcante na cabeça.

· A subplumagem marrom escuro acinzentado.

· Olhos negros.

· Patas, unhas e bico cor de carne.

· Ligeira presença de feomelanina.

Lipocromo

Graças a dispersão das melaninas, se apresenta ligeiramente escurecido embora puro e limpo.

Categoria

Se mantém os conceitos habituais de: intenso, nevado ou mosaico.

Negro Marrom Onix

Melaninas

· Se apresenta similar ao clássico, composta de eumelaninas marom escura e de eumelanina dispersa de cor acinzentada, que dão ao exemplar de um aspecto escuro, sendo mais notada na cabeça, caracteristicas dos exemplares que apresentam a mutação Onix.

· Olhos negros

· Patas, unhas e bico cor de carne

· Ligeira presença de feomelanina

Lipocromo

Graças a dispersão das melaninas, se apresenta ligeiramente escurecido, embora limpo e puro.

Agata Onix Opal

Melaninas

· Estrias dorsais e laterais ligeiramente reduzidas que em exemplares clássicos de cor grís-titânico, com uma aureóla de dilatações nas remiges e timoneiras um pouco mais claras, dispersão de eumelaninas da mesma cor por todo o corpo do exemplar, concetrada esta, na cabeça.

· Olhos negros

· A subplumagem negra

· Patas, unhas e bico mais escuros que o clássico.

· Ligeira presença de feomelanina.

Lipocromo

Graças a dispersão das melaninas, se apresenta ligeiramente escurecido, embora puro e limpo.

Categoria

Se mantem os mesmos conceitos habituais: Intenso, nevado e mosaico.

Ágata Onix

Melanina

· Conserva o desenho clássico do ágata, melânicos finos, estreiras e entrecortadas, mas nestes exemplares se pode observar uma importane dispersão de melanina griz, que simula uma capa cobrindo todo o exemplar, dando a este um tom mais escuro do que no clássico, embora o contraste entre as estrias negras e a dispersão da eumelanina ainda seja percebida.

· Olhos negros

· A subplumagem negra

· Patas, unhas e cor do bico masi escuros que no clássico.

· Ligeira presença de feomelanina.

Lipocromo

Graças a dispersão das melaninas, se apresenta ligeiramente escuro, embora limpo e puro.

Categoria

Se mantem os conceitos habituais de: intenso, envado ou mosaico.

Negro Marrom Onix Opal

Melaninas

· Desenho dorsal e lateral de cor negra, ligeiramente mais reduzido que nos exemplares Negro Marrom Onix clássicos, com grande dispersão de eumelanina negra, caracteristicas dos canários pastel, aumentada e concentrada em direção a cabeça.

· Olhos negros.

· Subplumagem negra

· Patas, unhas e bicos claros.

· Ligeira presença de feomelanina

Lipocromo

Graças a dispersão das melaninas, se apresenta ligeiramente escurecido, embora puro e limpo.

Categoria

Se mantem os mesmos conceitos habituais: Intenso, nevado e mosaico.

Onix Negro Marrom Opal

Melaninas

· Estrias dorsais ligeiramente mais reduzidas que nos exemplares clássicos de cor gris titânio com grande dispersão de eumelanina da mesma cor concentrada em direção a cabeça.

· Olhos negros .

· Subplumagem muito negra

· Ligeira presença de feomelanina

Lipocromo

Graças a dispersão das melaninas, se apresenta ligeiramente escuro, embora puro e limpo.

Categoria

Se mantém os mesmos conceitos habituais de intenso, nevado e mosaico.