O Corte das Asas

 


O corte das asas irá impedir que seu pássaro voe e fuja. Embora ele não vá gostar muito, o corte não causa dor, desde que feito da forma correta. 

Fonte: Pet Passaros


 

O Corte das Asas 

O corte das asas irá impedir que seu pássaro voe e fuja. Embora ele não vá gostar muito, o corte não causa dor, desde que feito da forma correta.

Impedir que sua ave voe é uma segurança para ela própria pois, voando dentro de casa ela está sujeita a acidentes (veja a nossa página de cuidados). Além disso, sem se preocupar o tempo todo com uma possível fuga, você pode dar a seu pássaro uma maior liberdade fora da gaiola.

*A asa de uma calopsita.

Acima está a foto da asa de uma calopsita e, abaixo, a asa de um agapórnis. Como você pode notar, as duas são idênticas, anatômicamente. Portanto, vamos demonstrar o corte de asa de um agapórnis, mas o procedimento é o mesmo com as asas das calopsitas.

*A asa de um agapórnis .

o que cortar Embora exista quem corte todas as penas das asas, não é o que recomendamos. O corte de 7 a 8 penas primárias é suficiente para impedir o vôo da ave.

Para entender o que vem a ser penas primárias, sugerimos que estude a figura abaixo.

*Esquema anatômico de uma asa.

o único cuidado Ao podar as asas, preste atenção nas novas penas, mais curtas, que estão se formando. Elas são diferentes das outras pois tem uma cobertura primária, com uma camada de queratina. Tome muito cuidado para não cortá-las, pois elas irão sangrar.

*Não existem linhas retas na anatomia das asas.

Observe a imagem acima e repare que não existe uma linha reta onde termina a cobertura e começam as penas primárias. Atente para isso na hora de cortar, tentando manter a linha de corte sempre com a mesma distância em relação à cobertura.

passo a passo

Peça a ajuda de alguém, pois o procedimento é bem mais fácil se for feito por duas pessoas.

Pegue o pássaro pelas costas, de modo que os pés fiquem para fora, segurando firmemente, mas com cuidado. Se ele tentar bicar, coloque o polegar em um lado e o dedo indicador do outro lado da cabeça, impedindo o seu movimento, ou use uma luva de raspa de couro.

*Estenda as asas com cuidado.

Com cuidado, estenda uma das asas. Com a tesoura, corte as penas primárias de vôo.

*Comece a cortar pela ponta da asa.

Começando pela ponta da asa, corte cerca de 7 a 8 penas, aproximadamente a metade de cada pena.

*Corte aproximadamente metade da pena.

Repita o procedimento com a outra asa, mas não é necessário. Também não é necessário cortar qualquer das penas do grupo secundário. Veja na foto abaixo como ficou a asa cortada.

*A asa corretamente cortada.

e se eu errar?

A única forma de errar é cortar qualquer das asas da cobertura, e é por isso que estabelecemos a linha a uma distância de 2 cm no mínimo. Observe abaixo a diferença das penas da cobertura para as outras.

*A corbertura é bem diferente das outras penas.

Mas, se por um acaso você cortar uma asa da cobertura e causar algum ferimento em sua ave, não entre em pânico. Com a ajuda de uma pinça, arranque o restante da pena, puxando rente à pele. Depois, pressione o ferimento com uma gaze e coloque um pouco de pó anti-hemorágico (pó de café também é usado). O mais complicado será manter o pássaro quieto por algum tempo, pois, se ele bater as asas, com certeza irá reabrir o ferimento.

*Com apenas uma das asas cortadas o pássaro já não consegue voar.